domingo, 15 de março de 2015

Para a minha avó

Lembras-te quando dizia que estava farta de ti ? Nunca foi sentido , eu juro que não.
Eu agora recordo todos os grandes e pequenos momentos que passamos juntas, como se tivesse sido sempre perfeito! 
Tu sabes que não foi , mas eu tentaria que fossem. Eu tentaria , se soubesse que ias partir. 
Hoje não é dia de lamentações , mas sim de saudade . Eu sinto saudade de tudo em ti . Tudo mesmo acredita.
O teu cheiro , as tuas birras , as tuas gargalhadas , o teu colo , tudo eu sinto falta .
Lembro-me de ti todos os dias , principalmente quando chego a casa e tu não estás para me receberer, e se fosse preciso para discutirmos mais uma vez . Sim porque eu agora sinto tanta falta das nossas discussões.

Foste tu , tu que me crias-te , que me aconselhas-te e foste tu que partiste quando eu mais precisei.
Aliás , depois de partires a minha vida deu uma volta de 180º . E tu sabes que sim !
Alguma vez tu me deixavas aqui sozinha? Nunca! 
Agora vejo que eras o porto de abrigo , a mulher que nunca me deixava, nunca me abandonaria , por nada. 

Ás vezes sabes o que me apetecia ? Ir ter contigo , para estar contigo uma ultima vez . Ficar no teu colo abraçada a ti e tu dizeres , filha sai , ja me magoas as pernas, tenho saudades .
 
.....

Sem comentários: