sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Sentimentos

Neste momento vivo sem objectivos de vida , tudo o que queria, perdi a vontade de realizar.

Retrato

"Eu não tinha este rosto de hoje,

assim calmo, assim triste, assim magro,
nem estes olhos tão vazios, nem o lábio amargo.
Eu não tinha estas mãos sem força,
tão paradas e frias e mortas;
eu não tinha este coração que nem se mostra.
Eu não dei por esta mudança,
tão simples, tão certa, tão fácil:
Em que espelho ficou perdida a minha face?"

 
Aqui fica um poema que não é da minha autoria mas como gostei e é o que estou a sentir agora resolvi colocar aqui.
 

3 comentários:

Pipo Santos disse...

Tão forte, cheio de sentimento, uma alma descrita! Gostei imenso! *

C. disse...

Oh, força. Hás-de reencontrar o teu caminho, novamente.

Soraia disse...

Que aconteceu querida? :(
É um poema bonito :)